Estado oferece curso de análise criminal a agentes de segurança pública

Estado oferece curso de análise criminal a agentes de segurança pública
Estado oferece curso de análise criminal a agentes de segurança pública
Redação Dia a Dia

O Governo do Espírito Santo vai realizar o primeiro curso de Análise Criminal do Estado, direcionado aos agentes de segurança pública. O curso de Análise Criminal será realizado de forma híbrida, com aulas virtuais e presenciais.

As aulas serão às terças e às quintas-feiras, e tem previsão de término em dezembro deste ano. A aula inaugural será nesta quinta-feira (14) e contará com a participação dos secretários de Estado da Segurança Pública, Alexandre Ramalho, e de Economia Planejamento, Álvaro Duboc.

A intenção é de que o curso seja ofertado semestralmente, tendo como público-alvo agentes de segurança pública do Estado do Espírito Santo, como servidores da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Guardas Municipais e demais gestores da área.

O objetivo é transformar a análise de dados e estatísticas em ferramenta operacional, de forma a contribuir para a tomada de decisão e gestão das atividades policiais.

A iniciativa do curso partiu do Observatório da Segurança Cidadã (OSC/ES), no âmbito do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, e prevê a formação de 50 analistas criminais em sua primeira edição.

As vagas foram preenchidas por policiais civis e militares das Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) e das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) do Estado.

Segundo a coordenadora do OSC/ES, Bárbara Caballero, os policiais serão capacitados para trabalhar com informações sobre crimes, como os tipos de delitos, dias, horários e locais de maior ocorrência.

O resultado na análise criminal poderá ajudar o Governo na adoção de políticas públicas ainda mais eficientes no campo da segurança.

Bárbara informa que o curso oferece instrumentais teóricos e práticos para a construção do conhecimento na segurança pública, e que os alunos aprenderão noções de estatística e interpretação de dados.

“Isto permitirá a análise e o cruzamento de informações. Isso trará um ganho significativo no campo estratégico de combate à violência no Estado”, afirmou a coordenadora.

Para o diretor-presidente do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Daniel Cerqueira, a iniciativa vem se somar aos esforços de inteligência já implantados no âmbito do Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

Cerqueira enfatiza que experiência ensina que, na segurança pública, não existe um modelo acabado.

“Uma política na área de segurança já nasce sabendo que, mais adiante, terá que sofrer alterações para que novos desafios sejam contemplados. O Poder Público tem que estar sempre em evolução. Por isso, existe sempre a necessidade de se aprimorar as ferramentas e as políticas. A reinvenção deve estar presente”, destaca.

Observatório da Segurança Cidadã

O Observatório da Segurança Cidadã do Espírito Santo (OSC/ES), criado em 2019, com estrutura transversal e sob coordenação executiva do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), tem por objetivo subsidiar ações estratégicas de controle e prevenção à criminalidade, a partir de dados e informações de fontes públicas e/ou privadas. Algumas de suas competências são: contribuir com a gestão das informações, proporcionar transparência às informações obtidas, democratizar o acesso às informações e incentivar o acesso às informações.

Para conhecer o OSC/ES, acesse: http://www.ijsn.es.gov.br/observatorio-da-seguranca-cidada.

 

SAIBA MAIS

– Além da formação teórica, os alunos poderão conhecer de perto o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (CIODES), localizado na Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SESP); e a Central de Teleflagrante e o Centro de Inteligência e Análise Telemática (CIAT), da Polícia Civil do Espírito Santo (PC-ES).

– O programa será ministrado por especialistas reconhecidos nacionalmente no campo da segurança pública, como o próprio Daniel Cerqueira, que é doutor em Economia e coordenador do Atlas da Violência; a mestre em Economia pela PUC-Rio e coordenadora do OSC/ES, Bárbara Caballero; o doutor em Geografia e pesquisador do IJSN, Pablo Lira; e o professor da PUC/Minas, Lauro Soares de Freitas.

 

 

 

Ultimas Notícias
mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi