Faxineira localiza dono e devolve quase R$ 5 mil que encontrou na rua em Soturno

Faxineira localiza dono e devolve quase R$ 5 mil que encontrou na rua em Soturno
Faxineira localiza dono e devolve quase R$ 5 mil que encontrou na rua em Soturno
Anete Lacerda

O que você faria se encontrasse quase R$ 5 mil num envelope caído na rua? Ficaria tentado a tomar posse do dinheiro, já que, como dizem, achado não é roubado? Ou devolveria para o dono, se pudesse identificá-lo?

A faxineira Gessi Miranda Pereira, 52 anos, mãe de três filhos, moradora do Distrito de Soturno, em Cachoeiro de Itapemirim, mesmo tendo ouvido esse dito popular, disse que sua postura ao encontrar um envelope perdido no chão teve uma atitude foi firme no sentido de que não queria o que não lhe pertencia.

Ela conta que na quarta-feira (06) teve um dia normal de trabalho, mas na volta a pé para casa, por volta das 16h, encontrou um envelope, que só abriu dentro de sua residência, supondo, a princípio, que pertencia a algum aluno ou professor de uma escola que fica nas proximidades de onde o objeto estava caído.

Ao chegar em casa, a faxineira não acreditou. O envelope continha R$ 4.750, prontos para serem depositados numa agência bancária de Cachoeiro, conforme indicava o envelope.

Gessi conta que olhou e identificou o nome de uma loja de material de construção do local onde mora. Ela, que ganha R$ 400 por mês, diz que em nenhum momento se viu tentada a tomar posse do dinheiro que tinha encontrado, mesmo que ele pudesse ser um alívio em sua vida financeira.

“Se eu fosse uma pessoa sem Deus, sem coração, eu teria pego o dinheiro para mim. Eu não roubei. Eu achei. Mas eu só quero o que é meu, que eu ganho com o meu suor e como resultado do meu trabalho e das minhas forças”, esclarece.

A mulher conta que a casa está em reforma, precisa de terraço e de outras coisas, mas que em nenhum momento pegar o dinheiro passou pela sua cabeça, já que, segundo ela, Deus nunca permitiu que esse tipo de pensamento ocupasse sua mente.

“Eu trabalho como diarista e sei o quanto luto e como as coisas são difíceis. Quando soube o que tinha no envelope logo pensei que quem perdeu também lutou muito para conseguir. Devolvi no mesmo dia, sem dúvida nenhuma de que fiz a coisa certa”.

A dono da loja deu uma recompensa à Gessi Miranda. O valor não foi informado.

Ultimas Notícias
mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi