DiaaDiaES.com.br
Urna eletrônica. Foto: José Cruz/Agência Brasil

Guia do eleitor: tire suas dúvidas sobre a votação deste domingo

Neste domingo (15), 2.810.373 de eleitores capixabas vão retornar às urnas para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de 78 cidades do Espírito Santo. Para realizar a eleição em plena pandemia do novo coronavírus, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) criou um protocolo de biossegurança que será seguido durante a votação.

No Espírito Santo, cidades da Grande Vitória também podem ter segundo turno no dia 29 de novembro.
Para garantir a segurança do pleito, mais de 6 mil policiais e guardas municipais foram escalados para coibir crimes eleitorais como boca de urna, compra de voto, transporte irregular de eleitores, distribuição de santinhos, entre outros.

Confira neste Guia do Eleitor o que é importante saber antes de sair de casa para votar.

Guia do Eleitor

Quem deve votar

Pessoas alfabetizadas maiores de 18 anos e menores de 70 são, por lei, obrigados a votar. O voto não é obrigatório para os analfabetos, os maiores de 70 anos, nem para os maiores de 16 e menores de 18 anos.

Documentos para votar

O eleitor poderá votar com o título eleitoral, mas deve apresentar um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista. Se levar apenas o aplicativo e-Título sem um documento com foto, não poderá votar.

Foto ilustrativa: Pixabay

Máscaras obrigatórias

Os eleitores só poderão entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras. O uso deverá ser feito em todo o percurso, até chegar à seção eleitoral. Não será permitido se alimentar, beber ou realizar qualquer ato que exija a retirada da máscara.

Distanciamento

A distância de um metro entre as demais pessoas que estiverem na sala também deverá ser mantida. Serão feitas marcações no chão com adesivos para indicar o distanciamento correto.

Sem biometria

O processo de identificação por biometria não será usado nas eleições deste ano para evitar a contaminação.

Como usar o e-Título

Pelo aplicativo e-Título, que pode ser usado em qualquer smartphone, será possível fazer a justificativa sem sair de casa.

Horário de votação

O tempo da votação foi ampliado em uma hora neste ano. As seções ficarão abertas das 7h às 17h. Das 7h às 10h será mantido um horário preferencial para que pessoas com mais de 60 anos possam votar. Nas eleições passadas. a votação começava às 8h e terminava às 17h.

Passo a passo do voto

O TSE elaborou um passo a passo sobre a movimentação que deve ser feita pelo eleitor dentro da seção de votação. O fluxo será orientado pelos mesários.

1) O eleitor entrará na seção eleitoral e deverá se posicionar na frente do mesário, seguindo o distanciamento de um metro, conforme marcação no chão;

2) Sem contato com o mesário, o eleitor vai erguer o braço e mostrar seu documento oficial com foto;

3) O mesário vai ler o nome do eleitor em voz alta e pedir que ele confirme se a identificação está correta;

4) O eleitor deve guardar seu documento;

5) O eleitor deverá higienizar as mãos com álcool em gel que será disponibilizado;

6) Em seguida, deverá assinar o caderno de votação com sua própria caneta.

7) Neste momento, o eleitor receberá seu comprovante de votação;

8) O eleitor será autorizado pelo mesário para ir até a cabine de votação;

9) O eleitor deverá digitar o número de seus candidatos na urna eletrônica e apertar a tecla confirma após cada voto para encerrar a votação.

10) O eleitor deverá higienizar as mãos novamente com álcool em gel e deverá se retirar da seção eleitoral.

Álcool gel deve ficar disponível para higiene das mãos. Foto: Marcello Casal Jr./ABR

Não votar se tiver sintomas

A Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores que estiverem com sintomas de Covid-19 não devem comparecer ao local de votação. A justificativa de falta não será feita presencialmente para evitar aglomerações.

Cola para votar

As “colas” são incentivadas pelo TSE por diminuírem o tempo dos eleitores na cabine de votação. Os eleitores poderão levar, inclusive, propagandas impressas e santinhos. Porém, não poderão entrar nas seções eleitorais com celulares ligados, walkie-talkies ou aparelhos semelhantes.

Eleitor pode demonstrar quem apoia

O eleitor poderá votar usando bótons, adesivos e camisetas do partido ou do candidato que apóia.

Policiamento na região do Caparaó. Foto: PMES

Forças de segurança

A Polícia Militar vai atuar nas eleições com 5.469 policiais e 1.088 viaturas de apoio. Já a Polícia Civil terá 332 policiais e 130 viaturas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) dará apoio nas rodovias.

A Polícia Federal também vai trabalhar nas eleições com 180 policiais. Também serão usados drones para combater crimes eleitorais.

Já o Corpo de Bombeiros terá 108 agentes e 37 viaturas. Os bombeiros vão orientar cidadãos sobre o uso de máscaras e álcool em gel, além de evitar aglomerações.

Foto: Divulgação

Crimes eleitorais

Denúncias de crimes eleitorais podem ser feitas pelo aplicativo Pardal, que recebe irregularidades durante a campanha eleitoral, e pelo Disque Denúncia 181, que terá uma opção específica para crimes eleitorais este ano.

Uma das novidades será o uso do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Dependendo da natureza do crime, o registro poderá ser feito no próprio local, sem a necessidade de comparecer a uma delegacia.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

%d blogueiros gostam disto: