Homem poderá ser indenizado por corpo estranho em refrigerante

Homem poderá ser indenizado por corpo estranho em refrigerante

A Vara Única do Tribunal de Justiça do Espirito Santo em Águia Branca condenou uma empresa fabricante de refrigerantes a pagar indenização de R$ 5 mil a um homem que ingeriu a bebida com um corpo estranho.

O consumidor apresentou intoxicação alimentar e deverá ser indenizado. Ele diz que ao repetir  a bebida, percebeu um corpo estranho no fundo da garrafa.

Seria aparentemente um inseto ou minhoca em decomposição, razão pela qual suspendeu o consumo.

Horas após a ingestão da bebida ele apresentou sintomas de intoxicação alimentar e foi atendido pelo médico.

A fabricante alega que obedece aos melhores padrões de higienização das garrafas e engarrafamento do produto no processo de produção.

Reforça que respeitam todas as normas sanitárias, sujeitas a constantes fiscalizações, não sendo possível a presença de corpos estranho por falha na produção ou armazenamento do refrigerante.

Mas o juiz acatou o laudo pericial que apontou a presença de partícula carbonizada de grãos de milho e trigo.

O magistrado observou ainda que o corpo estranho aparentava estar em ambiente úmido há bastante tempo.

Ele entendeu que ficou comprovado que o produto foi adquirido já com o corpo estranho e julgou parcialmente procedente a ação e condenou a fabricante ao pagamento de R$ 5 mil por danos morais.

 

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi