Material apreendido durante operação em Guarapari. Foto: PCES

Investigado por homicídio que se passava por juiz é preso em Guarapari

Investigado por homicídio que se passava por juiz é preso em Guarapari

Um ex-inspetor penitenciário de 44 anos foi preso em flagrante na última quarta-feira (18), no bairro Village do Sol, em Guarapari, em uma ação conjunta da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc) e da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), ambas de Guarapari.

Segundo o titular da Denarc, delegado Guilherme Eugênio Rodrigues, o suspeito se passava ora por policial, ora por juiz de direito.

“O detido foi apontado por meio do Disque Denúncia como autor de homicídios, razão pela qual foi proposta ao DHPP a realização de uma ação conjunta para prendê-lo”, explicou.

Durante a ação na residência do suspeito foram apreendidos um revólver calibre .38, diversas munições desse mesmo calibre e um simulacro metálico de uma pistola Taurus 24/7.

“Chamado a se identificar, o suspeito apresentou documentos falsos nos quais se identificava como “juiz de fato e de direito”, e ainda, um registro de arma de fogo que, posteriormente, revelou-se falso”, relatou o delegado Guilherme Eugênio.

Arma vai para a perícia

A arma apreendida será encaminhada para o Departamento de Criminalística – Balística e o resultado será encaminhado para DHPP, “Que manifestou interesse em realizar exames de micro comparação balística voltados à identificação de eventuais homicídios praticados com o emprego da arma apreendida” disse o titular da Denarc.

O suspeito foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, uso de documento falso e falsificação de documento público, em seguida foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. “E será recambiado para uma unidade prisional específica para ex integrantes do sistema prisional”, explicou o delegado.

Também de acordo com ele, ainda não é possível quantificar a quantidade de vítimas que este suspeito fez e há quanto tempo agia. As investigações continuam.

“Destacamos a importância da denúncia anônima. Caso tenha informações, a pessoa pode denunciar pelo Disque Denúncia 181 ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br. Todas as informações fornecidas serão apuradas”, afirmou o delegado.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz