Fragmento de óleo foi localizado na Ilha de Santa Bárbara, em Abrolhos. Foto: Grupo de Acompanhamento e Avaliação

Manchas de óleo podem chegar ao Espírito Santo nesta semana

Manchas de óleo podem chegar ao Espírito Santo nesta semana

O que era uma preocupação para os capixabas, pode se tornar real. As manchas de óleo que apareceram no mar do Nordeste desde o dia 30 de agosto, podem sim chegar ao litoral do capixaba. A previsão, segundo estudos de pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é que o óleo chegue ainda nesta semana.

Desde a chegada da mancha em Caravelas, cidade baiana que fica na região do Parque Nacional Marinho de Abrolhos, a 200 quilômetros da costa capixaba, o alerta vermelho foi acionado e o plano de emergência no Espírito Santo pode ser posto em prática a qualquer momento.

Leia mais: Governo federal cancela proibição de pesca de camarão na divisa do ES

O Comitê Estadual de Emergência, que envolve Secretaria de Meio Ambiente, Instituto Estadual de Meio Ambiente, as prefeituras de Conceição da Barra, São Mateus e Linhares, entre outros órgãos, é quem está à frente do plano.

No plano existem as medidas que devem ser adotadas caso o óleo chegue ao litoral capixaba, como a limpeza das praias, descarte dos resíduos retirados do mar e cuidados com animais que entrarem em contato com o óleo.

Vigilância com drones

O primeiro município do Espírito Santo que pode ser atingido pelas manchas é Conceição da Barra. No município já existe o cadastro de voluntários e uma equipe monitora as praias com o uso de drones. Em apenas dois dias, os 43 km de praias barrenses foram filmadas e fotografadas.

As imagens georreferenciadas permitirão comparar com precisão os impactos ambientais nas praias, caso ocorra a chegada dos resíduos na costa capixaba. Esse monitoramento será desenvolvido ao longo de todo período que persistir a emergência ambiental.

Um grupo de pesquisadores da Ufes também está em Abrolhos para auxiliar na localização das manchas de óleo também com a utilização de drones.

Leia mais: Polícia Federal aponta navio grego como responsável por óleo nas praias

De acordo com a assessoria da prefeitura de Conceição da Barra, esse levantamento está sendo fundamental para organização da Sala de Comando Unificado, que será instalada caso as manchas de óleo cheguem ao município.

“As praias serão seccionadas em regiões e as equipes capacitadas para remoção da mancha serão deslocadas para cada uma delas com base nas informações colhidas pela Coordenação de Monitoramento Ambiental das Praias, ganhando assim eficiência mas ações”, ressaltou o secretário de Meio Ambiente de Conceição da Barra, André Tebaldi.

O último registro de óleo no mar da Bahia foi feito em Alcobaça, que está na região de proteção de Abrolhos.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) calcula que o óleo deverá atingir não apenas o litoral capixaba, como também o Rio de Janeiro.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi