Mulher empreendedora. Foto ilustrativa: Pixabay

Mulheres MEI já são 47,8% das novas empresas abertas no Estado

Mulheres MEI já são 47,8% das novas empresas abertas no Estado
Mulheres MEI já são 47,8% das novas empresas abertas no Estado
Redação Dia a Dia

Apesar de todos os desafios, o ano de 2020 apresentou oportunidades para quem desejava abrir o próprio negócio. Um balanço realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) apontou que no Espírito Santo, de janeiro até a primeira quinzena de novembro deste ano, o número de novos empreendedores chegou à marca de 55.632 mil, superando os dados de abertura referentes ao mesmo período de 2019 em mais de 4 mil novos microempreendedores individuais (MEI).

O Espírito Santo segue uma tendência exposta para diversos outros estados brasileiros que também apresentaram um cenário positivo com aumento no número de formalizações, mesmo com a crise provocada pela pandemia do coronavírus.

“O MEI se tornou uma boa alternativa de formalização de atividades para população empreendedora, não só no Espírito Santo como no Brasil. Mesmo com os desafios, o país registrou 2.265.091 novos negócios entre janeiro e novembro deste ano, 84 mil novas formalizações se comparado a 2019. Isso mostra o quanto o empreendedorismo contribui para a economia, com oportunidade de empregos e geração de renda”, destaca o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo.

As novas formalizações do Espírito Santo representam 2,5% do total de MEIs abertos este ano em todo o país. O estado está entre as nove unidades da federação que conseguiram aumentar essa participação.

Mulheres empreendedoras

O Espírito Santo é o estado com a maior representatividade de mulheres empreendedoras, junto com o Rio de Janeiro. Em ambos, 47,8% dos novos negócios abertos em 2020 são geridos por uma mulher. No estado capixaba, só este ano elas somaram 26.613 microempreendedoras individuais.

A empresária Rosangela Leite faz parte dessa soma. Decidiu abrir o próprio negócio em fevereiro e mesmo surpreendida pela pandemia, não desistiu do estúdio de maquiagem a cabelo, Rosângela Leite MakeupHair.

“Me preparei para maquiar e pentear mulheres pretas, mas não consegui um trabalho como maquiadora neste nicho. Me encontrei sem trabalho e resolvi desenvolver meu plano B, que era abrir meu próprio espaço para fazer o que realmente amo fazer”, destaca Rosangela.

Atuando em Caratoíra, na cidade de Vitória, Rosângela acredita que traçou o caminho certo.

“Não me surpreende as mulheres estarem caminhando para serem a maioria das empreendedoras porque somos mães, esposas, amigas, e as empresas tradicionais ainda estão naquele formato de horário comercial que para nós está totalmente fora da vida real. Precisamos de qualidade de vida e empreender será o caminho”, afirma.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi