sáb 24/fevereiro/2024 07:19
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Mundo maravilhoso

luiz-damasceno-03-12-2023d
Luiz Antonio Damasceno

Louis Armstrong, sem romantizar, cantou esse mundo maravilhoso em uma de suas músicas. Fiquei muito feliz, quando num dia desse, o Ciac “Raymundo Andrade”, Escola onde meus netos estudam fez uma Cantata com as crianças do Infantil e do Berçário, enfatizando a letra do Mundo Maravilhoso na Direção da Professora de Inglês, Fernanda Brandão Fortuna.

Ficou excelente! A professora conduziu muito bem a Cantata e semeou no coraçãozinho das crianças as sementes que podem ser plantadas, germinadas, crescerem e alimentar a humanidade.

Interessante que Louis Armstrong, certa vez, foi entrevistado e perguntaram a ele como pode chamar de mundo maravilhoso se há guerras, fome, miséria, pestes, doença. Ele respondeu bem e coerente, além de pedir que prestassem bastante atenção a letra da música. Focado num mundo em que as pessoas, independentemente, de classe social, gênero, raça, credo religioso fossem gentis umas para com as outras.

De fato, isso seria possível, a partir do momento em que o ser humano, assim como expresso na letra da música, apreciasse mais a Natureza, as dádivas com as quais Deus nos presenteou. E ficasse desprovido de sentimentos negativistas, tóxicos, viciados e destrutivos. E praticasse ações mais simples na vida, com certeza esse mundo seria maravilhoso.

Aproveito a oportunidade e transcrevo a letra da música traduzida para uma melhor reflexão:

“Eu vejo árvores verdes

Rosas vermelhas também

Eu as vejo florescer

Para mim e para você

E eu penso comigo mesmo

Que mundo maravilhoso

Eu vejo céus azuis

E nuvens brancas

O brilhante dia abençoado

A escura noite sagrada

E eu penso comigo mesmo

Que mundo maravilhoso

As cores do arco-íris

Tão lindo no céu

Também estão no rosto das pessoas

Das pessoas que passam

Vejo amigos apertando as mãos

Dizendo: “Como vai você?”

E eles estão realmente dizendo

Eu te amo

Eu ouço bebês chorando

Eu os vejo crescer

Eles aprenderão muito mais

Do que eu jamais saberei

E eu penso comigo mesmo

Que mundo maravilhoso

Ooh, sim!

E as pessoas que entrevistaram o senhor Louis Armstrong poderiam meditar na letra dessa música e teriam as respostas implícitas nos questionamentos que fizeram.

Para o cidadão comum olhar para uma árvore pode não representar nada, às vezes, ele vai até ela e corta ou a destrói de algum modo. Para o Biólogo, este vê a importância, a necessidade de tê-la, de preservá-la a bem da humanidade. Então, cuidará para que ela sobreviva e, ainda, poderá orientar as pessoas a fim de preservá-la. Para o poeta, o compositor, o escritor o olhar será diferente dos demais. Eles a olham com a sensibilidade aguçada, veem além dos olhos físicos. Tocados pela sensibilidade, pelo amor à Natureza. Focam nela a beleza, a vida. Presente de Deus.

O poeta-compositor enumera vários elementos naturais e a motivação que eles podem provocar em nós e amenizar a nossa vida. E assim como John Lennon cantou em “Imagine”, que” ele não era o único sonhador”. Armstrong também é solidário às pessoas, quando canta “Para mim e você.”

Quero dar destaque a parte que ele canta: “As pessoas que passam/Vejo amigos apertando as mãos/Dizendo: Como vai você?/Eles estão realmente dizendo/Eu te amo.” Aí, de fato, se teria esse mundo maravilhoso.

Quero acrescentar aqui uma experiência dolorosa por que passei às 7h30 minutos, do dia 1º de dezembro do corrente ano. Precisei ir ao Banco no Centro da cidade de Cachoeiro de Itapemirim-ES, quando atravessava uma das ruas transversais que me levaria ao Banco, levei um bruta tombo e fui com tudo ao chão, tentei levantar, minha perna direita não me ajudava muito, por debaixo da calça sentia algumas escoriações e o joelho direito fraturado. Demorei alguns minutos para ficar de pé. Momentaneamente, só via alguns vaga-lumes. Estranhei porque várias pessoas passavam rente a mim, eu sentado no chão e nenhuma delas parou para me socorrer, ou mesmo me perguntar sobre o ocorrido.

Agora, amigos, entendam a letra da música, já que o poeta-compositor não fala declaradamente que o mundo é “maravilhoso”. Ele apresenta algo sugestivo e ações que, se praticadas e experienciadas, colaborariam para um mundo maravilhoso.

É o lado onírico, que prevalece, o sonho deste mundo ideal e maravilhoso. Se cada pessoa fizesse a sua parte, fosse empática. Mas, no universo ontológico, será que isso estaria longe de acontecer?

E, como a professora Fernanda falou antes da apresentação da Cantata, considerando a seguinte parte da música: “Eu ouço bebês chorando/Eu os vejo crescer/Eles aprenderão muito mais/Do que eu jamais saberei/Eu penso comigo mesmo/Que mundo maravilhoso.”

É preciso desconstruir todo o negativismo, a toxicidade, a maldade, a malícia e o egoísmo que estão alicerçados na vida de algumas pessoas.

Faz-me lembrar de que no filme “A sociedade dos poetas mortos”, o personagem de Robin Williams fala uma frase muito importante que pode ser associada ao “Mundo Maravilhoso.”

“Medicina, Direito, Administração, Engenharia são atividades nobres, necessárias à vida.

Mas a poesia, a beleza, o romance, o amor são as coisas pelas quais vale a pena viver.”

 

Luiz Antonio Damasceno. Professor de Língua Portuguesa e Literatura aposentado. Graduado em Letras e pós-graduado, especialização em Práticas e Dinâmicas do Ensino Superior. Cachoeirense, reside atualmente em Curitiba
LéoCamargo

PL lança Léo Camargo na corrida eleitoral pela Prefeitura de Cachoeiro

Senac-02

Empreendedores capixabas concluem formação com foco em Inovação

Conferencia_de_Saude_Presidente_Kennedy

Presidente Kennedy realiza 9ª Conferência Municipal de Saúde

Estadio_Kleber_Andrade

Partida entre Vasco e Volta Redonda no Kleber Andrade terá 170 agentes de segurança

camara-de-itapemirim

Câmara de Itapemirim altera lei e aumenta de 11 para 13 vereadores

vacina_dengue

Vídeo: Chegada da vacina contra dengue no Espírito Santo

Ubu

Festival Arte com Moqueca e Feira do Empreendedor movimenta Ubu neste final de semana

Temporada_de_Areia

Temporada de Areia retorna em março com jogos em diversas modalidades

Leia mais