ter 21/maio/2024 07:55
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
Foto: Polícia Federal

Polícia Federal prende no ES integrante de organização criminosa de tráfico interestadual

redacao
Redação Dia a Dia

Integrantes de uma organização criminosa dedicada ao tráfico interestadual de entorpecentes que utilizava o transporte rodoviário e remessas pelos Correios foram alvo da Operação CASH II, da Polícia Federal, nos estados do Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. Até o momento um homem foi preso em solo capixaba.

A Operação foi deflagrada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – FICCO/ES, na manhã desta terça-feira (14), com o objetivo de obter provas da atuação de organização criminosa e prender seus integrantes.

Segundo as investigações da PF, o grupo é responsável por traficar aproximadamente 300 kg de drogas por mês, realizando diversos pagamentos para comprar maconha, haxixe e cocaína do estado do Mato Grosso do Sul, com objetivo de abastecer o consumo de drogas no Espírito Santo, especialmente na Grande Vitória.

Na ação de hoje (14), estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão nos estados do Espírito Santo e Mato Grosso do Sul.

Em alguns dos endereços foram apreendidas balanças de precisão e diversos tipos de entorpecentes em porções prontas para venda pelo tráfico, dentre elas maconha, haxixe, crack, lança-perfume e drogas sintéticas, além de R$ 7.000,00 em dinheiro e alguns celulares.

Um homem de 23 anos foi preso em flagrante no bairro do Aribiri, em Vila Velha, com drogas armazenadas em sua residência.

Entenda o caso

A investigação teve início em fevereiro de 2022 quando a Polícia Militar apreendeu mais de R$ 800 mil em espécie na posse de dois investigados. Naquele momento, por não ser crime transportar dinheiro, não houve a lavratura de flagrante, mas foi instaurado inquérito policial para apuração dos fatos.

A partir daquele momento foram estabelecidas amplas medidas de investigação realizadas pelos integrantes da FICCO, angariando provas para elucidar os fatos, resultando na identificação de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, utilizando-se para isso de contas de terceiros (“laranjas”) para movimentação de valores.

No decorrer da apuração verificou-se que a droga era adquirida no Mato Grosso do Sul, sendo transportada ou entregue via Correios aos demais integrantes para posterior distribuição no estado capixaba.

Os investigados responderão pela prática do delito de associação para o tráfico, tráfico interestadual de drogas, organização criminosa e lavagem de capitais. Se condenados as penas aplicadas podem ultrapassar 20 anos de prisão.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – FICCO/ES faz operação de repressão ao tráfico de drogas. Investigados.

A FICCO é composta por várias forças de segurança que atuam de forma integrada na investigação e na deflagração das operações, sendo no Espírito Santo composta pela Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, SESP/ES, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e as Guardas Civis Municipais da Serra, Vitória, Vila Velha, Viana e Cariacica.

Fotos: Polícia Federal

cruzamento-etelvina-vivacqua-linha-vermelha-nova-brasilia-zumbi-20-05-2024

Trecho da Linha Vermelha interditado por 30 dias para obras de pavimentação

ebrahim-raisi-20-05-2024

Confirmada morte de presidente do Irã após queda de helicóptero

Prefeitura_Cachoeiro

Prefeitura de Cachoeiro publica edital com resultados do concurso público

escutar-ouvir-mulher-com-mao-no-ouvido-19-05-2024

Sobre as vozes na minha cabeça

retros-linha-coracao-costurado-19-05-2024

Anna

foto-antiga-mulher-com-lampiao-19-05-2024

Quem está aí?

drogas-apiaca-18-05-2024

Bandidos utilizam cafezal para esconder drogas em Apiacá

bispo-diocesano-b-19-05-2024

Igrejas católicas de todo sul do Estado comemoram o Dia de Pentecostes

Leia mais