Polícia investiga brutal assassinato de transexual de Cachoeiro

Polícia investiga brutal assassinato de transexual de Cachoeiro

Um dia após a morte da transexual Mikelly Câmara, de 29 anos, e a polícia realiza buscas para tentar descobrir a motivação do crime e o autor dos disparos. Ela foi morta com cinco tiros, sendo dois no rosto, um em cada braço e outro no pescoço.

O corpo da vítima foi encontrado por volta de 8h30 de quinta-feira (4) em uma estrada de chão no interior da localidade de Safra, em Itapemirim, por um agricultor que caminhava pelo local.

O caso, segundo a Polícia Civil, está sendo investigado pela Delegacia de Itapemirim. De acordo com o delegado titular, Djalma Pereira Lemos, a polícia vem fazendo diligências, porém até o momento não foi possível identificar a autoria e a motivação.

Mikelly é o nome social de Pablo Ferreira da Silva, morador do bairro União, em Cachoeiro de Itapemirim.

Uma amiga da vítima se pronunciou nas redes sociais, lamentando a morte de Mikelly: “Deus te receba de braços abertos. Uma pessoa maravilhosa, de um coração imenso, super tranquila”.

Suspeitas iniciais são de que a vítima foi assassinada no local em que o corpo foi localizado.

A Polícia Civil encaminhou nota pedindo o apoio da população no auxílio das investigações, por meio do Disque Denúncia 181, ressaltando que não é preciso se identificar

Ainda, de acordo com o órgão, as informações ao Disque-Denúncia podem ser enviadas por meio do site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

Se quiser, você pode acessar o site do Disque Denúncia aqui

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi