sáb 18/maio/2024 03:06
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
No silêncio das montanhas, ouvimos a voz de Deus. Foto: Divulgação

Sobre homens e montanhas: as religiões e as montanhas

marcio_nascimento2
Marcio do Nascimento Santana

ARTIGO: Marcio do Nascimento Santana, Historiador com formação em Arqueologia, montanhista, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Cachoeiro de Itapemirim.

ACASO, NÃO FIZEMOS DA TERRA UM LEITO, E DAS MONTANHAS, ESTACAS?
Sagrado Alcorão 78:6-7

A religião é o ato de  “religar” do homem a alguma crença , na qual ele, o ser humano, deposita e garante a sua fé e confiança, e nesse contexto presenciamos em vários textos sagrados, seja na Biblia, Alcorão… entre outros; o relacionamento do homem com as montanhas.

As montanhas são desde a Antiguidade um lugar especial de se submeter ao divino. Um templo natural esculpido pela mãe natureza que oferece ao ser humano a capacidade de ficar mais perto de seu criador e assim se reconectar com ele.

As montanhas vão muito mais além, são testemunhas silenciosas do surgimento de profetas, salvadores e também testemunhas do surgimento de religiões.

O objetivo deste texto é de forma resumida destacar as montanhas que mais tiveram influência no mundo religioso e que ajudaram na formação e construção das três maiores religiões do mundo: o Budismo, o Cristianismo e o Islamismo. Boa leitura e boa viagem!

Em ordem alfabética (lembrando que está em forma resumida):

Budismo

Mais que uma religião, o Budismo é considerado uma filosofia de vida. É guiado pelos ensinamentos de Buda, que significa iluminado. Os budistas acreditam no caminho da libertação através da consciência, das práticas diárias e crenças espirituais, como a meditação.

A doutrina surgiu na Índia, no século VI, antes de Cristo. A filosofia de vida dos budistas é a busca pelo fim do sofrimento humano, assim alcançando a iluminação.

Os sherpas e as montanhas

Os sherpas são na sua maioria budistas, e para eles as montanhas são lugares sagrados, principalmente para a população que vive na região do Everest.

Nenhum sherpa escalaria uma montanha sem antes fazer uma cerimônia feita por um lama (sacerdote), chamada Puja, para pedir permissão para escalar a morada dos deuses. Essa reverência pelas montanhas é reproduzida nos demais países budistas, como na China e no Japão…

É preciso muito respeito para admirar as alturas magníficas dessas grandes montanhas, verdadeiras  maravilhas da natureza. Para os budistas, todas as montanhas são sagradas

Na China existem 4 montanhas budistas especiais e todas elas abrigam dezenas templos budistas, e que são importantes locais de peregrinação.

Montanhas sagradas do Budismo

• Wutai Shan (A Montanha dos Cinco-Terraços), em Shanxi, a 3058 m.
• Emei Shan (Montanha das Delicadas-Sobrancelhas), em Sichuan, a 3099 m.
• Jiuhua Shan (Montanha das Nove Glórias), em Anhui, a 1341 m.
• Putuo Shan (Montanha de Potalaka (Potala), em Zhejiang, a 284 m.

Cristianismo

O Cristianismo é uma religião baseada na crença em Jesus Cristo e em seus ensinamentos. Para os cristãos, Jesus é o filho de Deus, o criador do Universo.

A história do Cristianismo começa com a vinda de Jesus à Terra, há pouco mais de 2 mil anos. Assim, a contagem de tempo cristã inicia após o nascimento de Jesus. Observe que episódios históricos são marcados por datas a.C. (antes de Cristo) e d.C. (depois de Cristo).

É a religião com o maior número de fiéis em todo mundo. Atualmente, estima-se que tenha cerca de 2,2 bilhões de adeptos, o que representa 29% da população mundial.

Cristãos e orar no monte

O maior sermão já pregado, o “Sermão da Montanha”, não podia ter sido proferido por outra pessoa que não Jesus, o maior montanhista. Os homens sempre subiram em locais altos para se achegarem a Deus. Foi assim na igreja primitiva e é assim nos dias de hoje.

Montanhas sagradas para o Cristianismo
  • Monte Ararate: Montanha onde a Arca de Noé pousou após as águas do dilúvio baixarem. Se eleva a 5137 metros;
  • Monte Nebo: ou Monte Pisga, foi o local de onde Moisés avistou a Terra Prometida. Se eleva a 814 metros;
  • Monte Sinai: montanha onde Moisés recebeu os 10 Mandamentos e um dos possíveis esconderijos da Arca da Aliança. É um pico de granito com uma altitude de 2285 metros;
  • Monte Carmelo: montanha sagrada para o profeta Elizeu, que desafiou e venceu os profetas e sacerdotes do deus Baal. Se eleva a 525 metros;

  • Monte das Oliveiras: montanha preferida de Jesus, pois foi nas suas imediações que ele fez a entrada triunfal em Jerusalém, onde se retirava para rezar e atualmente abriga a Capela da Ascenção. É formado por três picos, o maior deles se eleva a 818 metros.

 

Islamismo

Ou Islã é uma religião monoteísta fundada pelo profeta Maomé no início do século VII. Os fundamentos do islamismo estão representados no Alcorão, livro sagrado que serve de base para a fé muçulmana.

“Islã” é uma palavra árabe que significa “submissão” ou “rendição” e se refere àqueles que obedecem a Alá, o único e verdadeiro Deus, o Criador, o Provedor e o Ceifador da vida. Aquele que segue a fé islâmica é chamado de muçulmano.

Origem da expressão

“Se a montanha não vai a Maomé, Maomé vai à montanha.”

Conta-se que tendo os árabes pedido a Maomé a realização de um milagre como prova do que ensinava, o profeta ordenou que o monte Safa viesse até ele. Como este não se deslocou, Maomé elogiou a misericórdia de Deus, porque assim a montanha não os tinha esmagado a todos, acrescentando: “Irei à montanha para agradecer a Deus por ter poupado uma geração de obstinados”.

Montanhas sagradas do Islamismo
  • Monte Hira: montanha preferida para o descanso do profeta Maomé, foi nas cavernas do Monte Hira que o profeta teria as revelações de Alá. Ele se eleva a  640 metros.

Peregrinação a caverna do profeta Maomé nas imediações do Monte Hira, onde no ano de 610, o profeta teria a visão com o Arcanjo Gabriel e conversou com Deus Alá;

Enfim, não temos como mensurar a importância da religião na espécie humana. No entanto, podemos dizer que toda religião cumpre uma função fundamental, manter a vida humana em perspectiva.

O relacionamento entre homens, religião e montanhas se resume em rituais que em expressões e gestos em ações de bondade, boa vontade e fé, tentam amenizar a escalada, para facilitar a comunhão com o Ser Supremo.

Feliz Natal a todos.

Para frente e para o alto:

Montanha Brasil.

Para saber mais: Subida ao Monte Sinai

 

Ricardo_Ferraço_Mutrião_Mimoso_17_04_24

Ricardo Ferraço entrega obras e assina ordens de serviço em Irupi, Iúna e Santa Leopoldina

casa-rosa-cachoeiro-17-05-2024

Aconselhamentos e palestras sobre saúde mental para mães e gestantes na Casa Rosa

renato-casagrande-departamento-policia-ny-b-16-05-2024

Governador sinaliza possível acordo de cooperação com o Departamento de Polícia de Nova Iorque

ceasa-16-05-2024

Ceasa abre concurso com 35 vagas e salário de até R$ 8,1 mil

Theodorico Ferraço-01-02

Em carta aberta, Ferraço anuncia sua pré-candidatura para prefeito de Cachoeiro

audiencia-camara-cachoeiro-emprestimo-victor-coelho-16-05-2024 (1)

Audiência pública em Cachoeiro: prefeito esclarece empréstimo internacional e debate com a comunidade

enchente-rio-grande-do-sul-08-05-2024

Parte da tragédia no Rio Grande do Sul foi causada por ação humana, diz pesquisador

qualificar-itapemirim

Abertas mais de 9 mil vagas em cursos gratuitos pelo programa Qualificar ES

Leia mais