sex 24/maio/2024 07:52
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
Foto: Prefeitura de Piúma

Taxa de marinha: fim da cobrança beneficiará mais de 50 mil imóveis no Estado

redacao
Redação Dia a Dia

Taxa de marinha: fim da cobrança beneficiará mais de 50 mil imóveis no Estado

Foi aprovado em segundo turno nesta terça-feira (22), na Câmara Federal, a proposta de emenda constitucional que dá fim em definitivo aos terrenos de marinha e das respectivas taxas cobradas dos moradores dessas áreas.

Em primeiro turno, 377 deputados votaram a favor e 93 contra. Já no segundo foram 389 votos favoráveis e 91 contrários.

Até a aprovação do projeto, era cobrado do ocupante o foro (de 0,6% sobre o valor do imóvel) e a taxa de ocupação (um adicional devido por quem não assinou ainda um o contrato de arrendamento com a União), além do laudêmio, uma taxa cobrada sobre a venda do imóvel.

Segundo informações da Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), há no país 500 mil terrenos de marinha, e cerca de 250 mil ocupados. Desses, 55,4 mil estão no Espírito Santo, alguns deles com trechos em Presidente Kennedy, Marataízes, Itapemirim, Piúma e Anchieta, no sul do Estado.

Caso seja aprovado pelo Senado e sancionado pelo presidente da República, o projeto acabará definitivamente com essas taxas.

Quanto à destinação desses terrenos, vai depender de quem está ocupando o espaço. Se for usado para a prestação de serviços públicos federais, mesmo que por meio de concessionárias, ou tiver unidades ambientais, continuará com a União.  Se houver serviços públicos estaduais ou municipais, será cedida ao Estado ou município.

O deputado Evair de Melo, que comemorou a aprovação, disse que se tiver problemas no Senado e voltar para a Câmara, os deputados vão manter o texto porque o Brasil não pode mais viver com o atraso que é essa cobrança.

 

SAIBA MAIS

– Os terrenos de marinha ficam a 33 metros da linha média das marés altas identificadas em 1831. Desde então, foram consideradas como de propriedade da União.

– A proposta determina que apenas as áreas não ocupadas permanecerão como propriedade exclusiva da União.

culto-mimoso-23-05-2024

Mimoso do Sul: Culto de ação de graças marca 60 dias da enchente e faz homenagem às vítimas

prisao-presidente-kennedy-22-05-2024

Homem é preso após simular acidente de trânsito para matar desafeto em Presidente Kennedy

Baile de Gala 2023b-22-05-2024

Sob nova direção, Caçadores Carnavalescos promete um Baile de Gala inesquecível

roberto-valadao-b-22-05-2024

Governador e prefeito de Cachoeiro decretam luto de três dias pela morte de Valadão

bonecos-croche-presidio

Detentos capixabas produzem bonecos de super-heróis para crianças vítimas da chuva em Mimoso

roberto-valadao-22-05-2024

Cachoeiro perde Roberto Valadão, um de seus filhos mais ilustres

posto-oasis-lacrado-c-15-05-2024

A prefeitura estaria infringindo a lei se renovasse concessão do Posto Oásis, afirma procurador

frio-parque-nacional-caparao-21-05-2024 (1)

Frio abaixo de zero e geada transformam paisagem do Parque Nacional do Caparaó

Leia mais