sáb 20/abril/2024 05:15
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Menos de 10% das crianças foram vacinadas em Cachoeiro. Meta é chegar a 19 mil

redacao
Redação Dia a Dia

Um mil setecentos e dezessete crianças foram vacinadas contra a Covid-19 em Cachoeiro até sexta-feira (4), mas o objetivo é vacinar 19 mil crianças de 5 a 11 anos, informou o secretário municipal de Saúde, Alex Wingler.

O secretário destaca que menos de 10% do público alvo foi vacinado e apela para que os pais e responsáveis pelas crianças não tenham medo e as leve para vacinar.

Segundo ele, talvez esse percentual seja porque muitas pessoas estavam de férias, mas que com a volta as aulas haja interesse de vacinar os filhos porque terão contato com muitas pessoas.

“É importante que as pessoas entendam que a vacina foi aprovada pela Anvisa, o maior órgão de controle e vigilância do pais, e que sua eficiência e segurança foram aprovados pelo órgão”, reforça.

Wingler destaca ainda que é importante que as pessoas tenham segurança de levar seus filhos porque a vacina tem protegido bastante, o que é importante nesse momento de volta às aulas. “A vacina é segura e é usada em outros países em larga escala com muita segurança e eficiência”.

Entre as crianças vacinadas está Stela Michalsky Mansur, de 6 anos, filha da jornalista Roberta Santos Michalsky Mansur.

A mãe conta que vacinou a filha contra a Covid-19 porque os filhos sempre foram vacinados desde que nascem e os pais nunca questionaram se essas vacinas eram seguras.

Lembra ainda que todos  também fomos vacinados desde que nascemos e que diversas doenças foram erradicadas, ou quase não existem mais, devido às vacinas.

Cita o sarampo, poliomielite, difteria, tétano, coqueluche. “Inclusive, sarampo e poliomielite são causadas por vírus. Essas doenças foram praticamente erradicadas porque as pessoas vacinaram seus filhos”, enfatiza.

Roberta diz que a não vacinação da filha nunca foi uma opção em sua casa e que ela e o marido já esperavam ansiosos que chegasse a vez dela.

“Estamos vivendo há mais de dois anos com esse cenário de incertezas e insegurança por conta da Covid, e só a vacinação poderá nos trazer mais tranquilidade, por isso acho importante imunizar nossa filha”, ressalta.

A jornalista enfatiza ainda que ela e o marido confiam na ciência e nos cientistas. “Há estudos científicos que comprovam a eficácia e a segurança das vacinas contra Covid-19”, frisa.

E Roberta tem um recado para os pais que estão reticentes ou não pretendem vacinar os seus filhos: meu recado é que confiem na vacina. Ela é segura. Somos bombardeados o tempo todo com muitas informações, muitas delas falsas.

A jornalista diz que reconhece que isso traz muita insegurança aos pais, mas pede que não tenham medo. Que leiam,  se informem mais e conversem com o pediatra dos filhos e levem as criança pra vacinar.

“A Stella não teve nenhuma reação. Foi super tranquilo. A equipe do posto de saúde foi muito prestativa e cuidadosa, estava tudo muito organizado. Vão sem medo. Só com todos imunizados poderemos nos sentir mais tranquilos para voltarmos à ‘vida normal'”, aconselha.

 

 

 

 

 

premobras_19_04_24

Premobras anuncia 100 vagas de emprego exclusivas para moradores de Mimoso

Usina_Biometano_Governador_19_04_24_

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Corrida_de_São_Pedro_19_04_24

Garanta sua vaga na 44ª Corrida de São Pedro

Ricardo_Ferraço_Mutrião_Mimoso_17_04_24

Ricardo Ferraço quer crédito barato e com muito prazo para setor comercial atingido pela enchente

Rei_dos_Petiscos08_19_04.24.jpg.

Rei dos Petiscos enfrenta dificuldade para se reerguer após temporal em Mimoso

Termina hoje as inscrições para estágio em 8 cursos de graduação no Ministério Público

Termina hoje as inscrições para estágio em 8 cursos de graduação no Ministério Público

Fibromialgia_PCDs_18_04

Pacientes com fibromialgia passam a ter os mesmos direitos de pessoas com deficiência (PCDs)

cachoeiro

Cachoeiro de Itapemirim sedia Inova ES e Feira de Cidades Inteligentes

Leia mais