seg 8/agosto/2022 16:54

Associação de motoristas de aplicativo completa três anos em Cachoeiro

Associação de motoristas de aplicativo completa três anos em Cachoeiro
Redação Dia a Dia

A Associação de Motoristas por Aplicativo do Sul do Espírito Santo (Amasul), que começou com 15 e hoje tem 250 profissionais associados, completou três anos no dia 24 de junho.

A comemoração foi com um encontro festivo, mas também de prestação de serviços de saúde, disponibilizados a partir de parcerias aos seus associados e familiares.

Ela foi criada com o desafio de mostrar aos motoristas de aplicativo, que é ainda uma categoria jovem, a importância da representatividade, da união em prol de melhores condições de trabalho. “Esta é uma luta diária e constante”, destaca o presidente da Amasul, Ronaldo Xavier.

Segundo ele, tudo começou com um grupo de motoristas liderado por um deles, Iltinho Martins, que propôs que se organizassem como categoria.

“Nessa época, no final de 2018, me convidaram a integrar esse grupo e auxiliar na montagem da estrutura e dos documentos por causa da minha experiência com organização de associações”, conta.

Ele diz que a decisão foi séria e tomada em benefício de todos os motoristas que desejassem se associar. A partir daí se uniram a outros motoristas e em 24 de Junho de 2019 realizaram a primeira assembleia geral para indicação e posse da nova diretoria.

“Quando fui convidado a assumir a presidência, fiz isso com muito orgulho, juntamente com o próprio Iltinho, que é o nosso vice-presidente”, frisa.

Segundo ele o representante da associação estadual da categoria, Luiz Fernando Muller, participou da organização e hoje é um dos membros da diretoria. O presidente da Amasul destaca que unir a categoria sempre foi, e continuará sendo, o maior desafio da associação.

“Fazê-los entender a necessidade de termos uma representatividade, conquistar e manter bons parceiros, e também, não menos importante, o reconhecimento e a parceria por parte do poder público”, ressalta.

Ronaldo Xavier diz que os motoristas por aplicativo têm muitas dificuldades de realizar embarque e desembarque de passageiros em alguns locais da cidade, e que muitas vezes o passageiro não tem essa informação ou compreensão de que é proibido parar ali.

“O transporte por aplicativo não é um modismo. É uma ferramenta que mundialmente está servindo à população com um transporte rápido, na porta de casa e de valor acessível, e que se transformou em fonte de renda para muitas famílias”.

 

As lições
Xavier diz que a grande lição que esses três anos deixaram é de que realmente a palavra união tem sentido, e quando praticada, tem força, mesmo com todos os percalços e obstáculos que encontraram nessa trajetória.

“Estamos abertos e ansiosos sempre por novos parceiros, empresas que queiram, através da Amasul, ofertar benefícios aos motoristas”.

O presidente da Amasul pontua que se não fosse a união de um grupo guerreiro e determinado, a associação não estaria nessa crescente, uma crescente que faz sonhar com cada vez mais melhorias para os motoristas associados.

“Teremos dias melhores, com profissionais cada vez mais qualificados e comprometidos em atender ao povo de nossa cidade”, enfatiza.

Segundo Ronaldo, é preciso entender cada vez mais que numa associação forte todos ganham. “Ganha o motorista, ganha o povo com atendimento de primeira, e ganha a cidade com um serviço de mobilidade urbana, que sempre foi um grande problema em Cachoeiro”.

 

Planos para o futuro
A Amasul pretende ampliar os serviços ofertados em uma sede mais ampla, com melhor espaço de acolhimento ao associado.

Além disso, quer oferecer cursos e palestras, e as conversas já foram iniciadas com o Sest/Senat. Serão cursos de direção defensiva e segurança; atendimento ao cliente; custos de trabalho; primeiros socorros, entre outros.

Ronaldo Xavier diz que haverá buscas constantes por parcerias, tudo para contemplar o associado com redução de custos ao seu trabalho, bem como melhor qualidade de vida social junto à sua família.

 

SAIBA MAIS

Amasul

Rua Rio Grande do Norte, 42, Bairro Santo Antônio
(atrás da Escola Quintiliano de Azevedo)
Horário de Funcionamento:  Segunda a sexta-feira de 8h30 às 12h e 13h às 17h

Diretoria:
Ronaldo Xavier, Ilton Martins, LevI Ferreira , Enoque Agum, Elisabeth Rosa, Cilas Leal, Diego Fernandes, Douglas Luis, Eli Moté, Desiel Fábio, José Geraldo, Luiz Fernando, Marcelo Moccelin, Raphael Arruda, Renan Santos, Sandra Regina, Wallace Dalmazio.