Cachoeiro firma parceria com a China em educação, ciência e tecnologia

Cachoeiro firma parceria com a China em educação, ciência e tecnologia
Cachoeiro firma parceria com a China em educação, ciência e tecnologia
Alessandro Araujo de Paula

O município de Cachoeiro de Itapemirim firmou com a China um termo de cooperação internacional na área de educação, ciência, tecnologia, invenções, comércio e negócios.

De acordo com o diretor de gestão da Dataci, companhia de tecnologia da informação da prefeitura, Marcelo Vivacqua, a parceria vai ampliar oportunidades de intercâmbio para o desenvolvimento de soluções inovadoras que resultem na melhoria da qualidade de vida do cachoeirense.

O documento foi assinado na quinta-feira (18) pelo prefeito Victor Coelho e é resultado da participação de Marcelo Vivácqua, que é representante da Associação Brasil Internacional dos Inventores, Cientistas e Empreendedores Inovadores (Abipir), na 10ª Exibição Internacional de Invenções, a maior feira de inovações da Ásia.

A prefeitura ressalta que a viagem de Marcelo Vivácqua à Ásia foi feita durante as férias do servidor, sem ônus para a administração pública.

O prefeito assinou a versão do documento de cooperação em mandarim, enquanto as vias em inglês e português foram assinadas na China.

Marcelo ressalta que o município deve prospectar programas internacionais que disponibilizam recursos para áreas essenciais como saúde, educação e segurança, na modalidade não reembolsável, ou seja, sem necessidade de restituição.

“A cooperação com a China foi o primeiro passo, e outros países virão. Cabe frisar que, para que a inovação ocorra, é preciso criar conexões, nacional e internacionalmente”, ressaltou.

O termo de cooperação não é a única ação desenvolvida visando o estreitamento de relações entre Cachoeiro e a segunda maior economia do mundo.

O município ressaltou que o termo de cooperação não foi a única ação visando estreitar relações com a China. Em março, a prefeitura consolidou um processo de irmanamento com a cidade chinesa de Nan’an.

“Não dá para conquistar um desenvolvimento promissor sem buscar referências com quem já está bem à frente de nós em vários quesitos. Todo esse contato com a China tem nos ensinado muito a pensar na cidade que queremos para o futuro”, avaliou Victor Coelho.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias
Cultura

A arara azul

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi