qua 12/junho/2024 18:37
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Coisa de criança

escritoras-cachoeirenses2-07-01-23
Escritoras Cachoeirenses

A confusão começou cedo. Enquanto Rita arrumava as lancheiras dos gêmeos, Carol perturbava a irmã que ameaçava chorar, caso a mãe a levasse ao dentista.

— Ele vai arrancar seu dente e você vai morrer. Dizia Carol com malícia, apenas para ver a irmã chorando.

A pequena Letícia chorava e ameaçava não tomar o café e morrer de fome antes de chegar ao dentista.

Rita, cheia de afazeres e tentando dar conta de quatro crianças de uma vez, gritou com todos, sem dar importância ao medo “bobo” de Letícia.

—Carol, cale a boca e pare de perturbar sua irmã! Letícia, toma esse café logo senão quem vai acabar arrancando esse dente sou eu mesma!

A caminho da escola, Rita dividia sua atenção entre a estrada e as discussões intermináveis e por motivos banais dos quatro. Entre uma bronca e outra, telefone tocando, Rita quase causou um acidente ao se distrair e não perceber que o motorista a sua frente freou. Era difícil dar conta de tudo. Sentindo-se exausta, conferiu a hora, deixou os três na escola e seguiu para o dentista. Letícia continuava a chorar, mas Rita não tinha tempo para dar atenção à frescura da criança.

Pararam diante da porta da dentista, Letícia entrou em crise, ficou pálida, enfraquecida e só então a mãe percebeu a gravidade do medo.

Carinhosa, sentou a pequena no banco, abaixou-se até a altura dela e disse:

—Filha, porque tanto medo de arrancar o dente? É um dentinho de leite, não vai doer. —

Não tenho medo de arrancar meu dente, tenho medo do dentista.

— Por que? Ele é um bom profissional.

—Na escola, essa semana, na sala da Carol eles falaram sobre um homem enforcado que foi tirar o dente. Quem enforcou? O dentista.

— Quem disse isso? A mãe perguntou em meio às gargalhadas, perdendo completamente o controle da situação.

—A Carol! Respondeu Letícia, envergonhada com a risada da mãe, percebendo ter dito algo errado.

A dentista que havia se aproximado das duas e acabara por ouvir a conversa não teve dúvidas, naquele dia ela não seria apenas dentista, mas também a professora de história.

Mércia Souza. Nasceu no interior do Espírito Santo e, aos 12 anos, iniciou sua paixão pela escrita e leitura. Aos 17 se casou, a vida corrida de dona de casa e mãe fez com que abandonasse a escrita e diminuísse seu tempo com a leitura. Há 4 anos, redescobriu sua paixão e se tornou autora de dois romances. Atualmente, vive com seus três filhos em Cachoeiro de Itapemirim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leitores também comentam…
audiencia-mimoso-desembargadora-Daniele-12-06-2024

Além de Mimoso, Alegre e Afonso Cláudio podem ficar sem postos da Justiça do Trabalho

Prefeitura_Cachoeiro

Concurso de Cachoeiro. Divulgado resultado final das provas de saúde e educação

casal-morto-castelo-11-06-2024

Mistério em Castelo. Casal é morto a tiros dentro de apartamento

policia-federal-correios-11-06-2024

PF investiga desvio de mercadorias em agência dos Correios de Iconha

vereador morto-kennedy-11-06-2024

Polícia prende 5 e está atrás de mandante da morte de vereador de Kennedy

festival-festa-cachoeiro-10-06-2024

Festival leva variedade de comida, bebida e artesanato à Festa de Cachoeiro

Posto-Justica-trabalhista-do-trabalho-Mimoso

Audiência debate possível fim do posto da Justiça Trabalhista de Mimoso

vargem-alta-c-10-06-2024

PSB apresenta pré-candidatos e debate eleições 2024 em Vargem Alta

Leia mais