sáb 13/abril/2024 04:34
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Escritora aborda em livro, com muita sensibilidade, os sons que entram pela janela

redacao
Redação Dia a Dia

A professora de francês Bartira Zanotelli, formada em Letras pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), com mestrado concluído em Tradução Técnica e Científica pela Université de Haute Alsace, na França, e em Estudos Literários em andamento pela Ufes, lançará o livro infantil “Os sons que entram pela janela”, que está em pré-venda.

Este é o primeiro lançamento da autora, mas ela diz que escreve há muito tempo. “Esse é o primeiro trabalho que senti vontade de publicar. Os meus colegas e professores do Mestrado em Estudos Literários me incentivaram e me animaram a mostrar meus textos”, destaca.

Bartira conta que o livro nasceu no longo período de isolamento entre 2020 e 2021 em função da pandemia da Covid-19.

“Raul, meu filho, sem poder ir para a escola e nem visitar amigos e familiares, gostava de passar o tempo olhando pela janela de nossa casa, em Cachoeiro. Ele foi minha inspiração e, sem querer, meu colaborador na escrita destes poemas.”, ressalta.

A escritora lembra que a casa familiar foi, por longos meses, na pandemia, o único local de vivência dessas crianças, e que elas passaram a explorar mais esse espaço e percebê-lo com mais intensidade.

“Os sons entram pela janela, literalmente. No espaço da nossa casa há objetos, pessoas, mas também há sons. As crianças e adultos, por ficarem em casa durante o período de isolamento social, passaram a notar mais os sons que veem da rua e entram pela janela da casa ao longo do dia, compondo a paisagem sonora desse novo ambiente de vivências intensas”, detalha.

Segundo Bartira, sua principal expectativa é de que as crianças e os adultos se divirtam com a leitura do livro. Em segundo lugar, espera contribuir com a formação de pequenos leitores e escritores futuros, sensíveis à linguagem poética e às questões quotidianas.

A autora conta que as fotografias/ilustrações foram feitas pelo grande amigo, fotógrafo e artista Luan Volpato, a partir de fotos reais dos emissores dos sons, trabalhadas e estilizadas para transformarem-se em ilustrações infantis.

E deixa uma recado aos apreciadores de um bom livro: “Leiam autores brasileiros, leiam autores capixabas, leiam simplesmente. Leiam para seus filhos, conversem sobre as leituras, e divirtam-se.

 

SAIBA MAIS

Para comprar o livro, acesse o site.

 

 

 

IPAJM

Beneficiários do IPAJM aniversariantes de janeiro a abril: recadastramento obrigatório termina no fim deste mês

Casa_cultura_Roberto_Carlos_12_04

Mapa do Turismo Brasileiro: Cachoeiro mantém bom desempenho e cumpre 100% dos requisitos

Carreta_tomba_BR101_12_04_2024

Carreta tomba na BR-101 e uma pessoa fica ferida, em Anchieta

Mutirão_limpeza_Mimoso_Sul_11_04_24

Voluntários peregrinos de 8 cidades arregaçam as mangas para limpar Mimoso do Sul

Carros_apreendidos_Marechal_Floriano_11_04_

Carro usado em roubo a estande de tiros é apreendido pela Polícia Civil

Diocese_Estudo_Bíblico_11_04_24

Mês da Bíblia é destaque no 1º Seminário Regional da Animação Bíblica da Pastoral

Projeto_Tamo_Chegando_Cachoeiro_11_04_24

Dia D do “Tamo Chegando” no Zumbi terá apresentação de Teatro Lambe-Lambe

Fazenda_Santa_Casa_Cachoeiro_11_04_24-

Fazenda da Santa Casa vai plantar 20 mil mudas para alimentar pacientes

Leia mais