sex 20/maio/2022 14:21
Foto: Alessandro de Paula

Faltam 22 dias para a Festa de Corpus Christi de Castelo

Matheus Ramos

A comunidade de Castelo está na fase final dos preparativos para a tradicional Festa de Corpus Christi, que tem como principal atrativo o tapete com cerca de 1,5 mil metros de extensão. São pelo menos 3 mil voluntários, divididos em 34 equipes, preparando o evento.

São esperadas 80 mil pessoas na festa, que será celebrada no dia 20 de junho. O artista plástico Bruno Salvador Alves, 30, é o coordenador da parte artística da festa, responsável pela elaboração de todos os desenhos e preparação dos materiais, junto com frei Antonio Rabanal, que cuida da parte religiosa.

Foto: Alessandro de Paula

Para este ano, os temas selecionados para os quadros e passadeiras, remetem ao tema geral da festa que é a celebração do corpo de Cristo, e também contemplam o imaculado coração de Maria, o sagrado coração de Jesus e o tema principal da campanha da fraternidade deste ano, que é Fraternidade e Políticas Públicas.

Duas passadeiras em especial, que medem quatro metros, iram relatar um pouco da história de como surgiu a festa de Corpus Christi. O quadro e a passadeira 12 contarão a história de Juliana de Mont- Cornillon ou Juliana de Liêge, uma freira que através de visões, recebeu um pedido de Jesus para que ela criasse uma festa para celebrar o corpo de Cristo.

Em sua visão, ela presenciou a lua com um tarja preta simbolizando a lacuna que existia na igreja quanto às festividades que enaltecessem o corpo de Cristo. Assim nasce a festa de Corpus Dei que mais tarde passa a ser a festa de Corpus Christi.

A passadeira e o quadro 14 terão com o tema “O Milagre Eucarístico de Bolsena”, em Orvieto, na Itália, que relata que um sacerdote, enquanto consagrava o pão e o vinho, foi tomado por fortes dúvidas sobre a presença real do corpo e do sangue de Cristo no Sacramento da Eucaristia.

Foto: Alessandro de Paula

Esse foi o fato histórico que levou o Papa Urbano IV a instituir a festa de Corpus Christi para celebrar a presença viva do corpo de Cristo na hóstia consagrada.

A festa contará ainda com outra parte feita com tapetes, que irá contemplar as belezas dos retábulos em madeira que compõem os altares das igrejas no interior de Castelo. As passadeiras 16 e 17 contarão com fragmentos estilísticos destes retábulos, que combinados entre si, darão a luz a um lindo desenho que homenageia as obras de arte presente na história de Castelo.

“Os tapetes estão sendo elaborado com um sentimento de afeto e muito entusiasmo, para que a festa venha a ser inesquecível e que traga também muitos ensinamentos sobre a nossa cultura e nossa história”, destacou Bruno Salvador.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias
Geral

Seja leve!

%d blogueiros gostam disto: