Hospital Evangélico de Cachoeiro inaugura serviço de medicina nuclear

Hospital Evangélico de Cachoeiro inaugura serviço de medicina nuclear
Hospital Evangélico de Cachoeiro inaugura serviço de medicina nuclear
Redação Dia a Dia

O Hospital Evangélico de Cachoeiro (Heci) inaugurou, na última semana, o setor de medicina nuclear e é o único da região Sul a conta com esta tecnologia. O serviço fica no subsolo do prédio administrativo do hospital

Com aparelho de cintilografia de ponta e capaz de realizar estudos de diversos órgãos e tecidos, como coração, cérebro, rins, ossos, pulmões, entre outros, o  serviço beneficiará tanto pacientes de convênios quanto pacientes oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS).

A previsão é de que mais de 500 pacientes sejam atendidos por mês.  atenda mais de 500 pacientes por “É um serviço que veio para agregar aos demais serviços do hospital, sobretudo a cardiologia, oncologia e onco-hematologia, trabalhando em conjunto com essas especialidades, complementando a estrutura diagnóstica já existente”, destaca o médico Gustavo Ambrósio, médico nuclear e responsável pelo setor.

Dona Maria Tereza, de Castelo, faz tratamento oncológico no hospital e estava esperando para fazer o exame em Vitória quando recebeu a notícia.

“Eu estava há três meses esperando quando me ligaram e falaram para eu vir ao Evangélico fazer o exame. Acredito que vai ser um benefício muito grande para a gente”.

Ambrósio enfatiza que o serviço de medicina nuclear do Heci conta com o que há de mais moderno em equipamento para medicina nuclear convencional, colaboradores médicos capacitados e habilitados com treinamento em medicina nuclear. “Tudo para oferecer o que há de melhor para a população do sul do nosso estado”, ressalta.

 

O exame

A medicina nuclear é uma especialidade médica que, utilizando métodos seguros, praticamente indolores e não invasivos, emprega materiais radioativos com finalidade diagnóstica e terapêutica. Usa quantidades mínimas de substâncias radioativas como ferramenta para acessar o funcionamento dos órgãos e tecidos vivos, realizando imagens, diagnósticos e para acompanhamento de diversas doenças.

O estudo é feito a partir do modo como a doença altera o corpo do ponto de vista funcional, farmacológico, bioquímico e molecular. Deste modo, estes exames evidenciam problemas em órgãos internos mais precocemente do que os outros métodos de imagem.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias