dom 3/março/2024 05:27
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Marcos e Elisângela sempre conseguem tempo para empreender

Alessandro-29-09
Alessandro Araujo de Paula

O medo do desemprego se transformou em um caminho de esperança para o professor Marcos Lopes Spinola, 37, que ao lado da mulher, a professora e pedagoga Elisangela Abel Bravo Spinola, 40, se desdobra para melhorar a renda com aluguel de equipamentos para festa e fabricando produtos personalizados

 

“Quando fiquei desempregado bateu um desespero, pois eu e minha esposa temos compromissos. Pagamos prestação de apartamento, carro, escola e, portanto, eu não podia ficar sem uma renda mensal.

Não queria arriscar, pegar o dinheiro da indenização, pois uma hora acaba. Então comecei a procurar algo, pesquisei na Internet para ver o que estava dando certo e surgiu essa ideia.

Eu já trabalhava, nas horas vagas, com aluguel de brinquedo, pula-pula, algodão doce e pipocas para festa. E as pessoas perguntavam sobre copos personalizados, chaveiros e etc. Sempre indicava uma ou outra pessoa. Vi que estava deixando de ganhar dinheiro.

Então, a princípio, eu vendi minha moto, comprei parte do equipamento. Depois recebi a indenização, adquiri o restante do material e comecei minha produção.

No total, investi cerca de R$ 10 mil. Também comprei mais equipamentos para alugar para festas. Hoje, temos dois “pula-pula”, duas máquinas de algodão-doce, basquete eletrônico, piscina de bolinhas e máquina de pipoca.

E agora, estamos com a confecção de produtos como copos, canecas de porcelana, camisas, canetas, tapa-olho, chaveiro, chinelo e almofada, tudo personalizado, com fotos, mensagens, desenhos, o que a pessoa quiser.

No começo não foi fácil. Não sabia fazer nada e fui pesquisar para ver como se faz. Com isso, cometi alguns erros. Comprei equipamentos errados, perdi material, mas fui aprendendo. E errar faz parte do aprendizado.

Hoje, já peguei o ritmo, vi que deu certo e vou continuar investindo. E minha esposa sempre ao meu lado. Mesmo empregada, ela arruma tempo para ajudar e nós entramos madrugada a dentro trabalhando para atender as encomendas.

Agora, estou empregado novamente, como professor na Escola Viva pelo Estado. Com isso, eu e minha esposa, que também é professora, trabalhamos de dia no nosso emprego formal e nas horas vagas nós empreendemos”

 

  • Produtos personalizados, como copos, canecas de porcelana, camisas, canetas, tapa-olho, chaveiro, chinelo e almofada
  • Também trabalham com aluguel de equipamentos para festas – pula-pula, máquina de algodão-doce, basquete eletrônico, piscina de bolinhas e máquina de pipoca
  • Contatos: 28 99884-4766
    Facebook: https://www.facebook.com/marcos.spinola.98
Campanha_Dengue

Espírito Santo recebe lançamento de campanha nacional contra a dengue

PM

Idoso é agredido com socos e chutes dentro de casa em Muqui

Cras_Zumbi

Começa nesta segunda programação especial para o mês da mulher em Cachoeiro

governador

Governadores discutem Gabinete de Inteligência no combate à violência

dengue

Cachoeiro realiza Dia D de combate à dengue neste sábado (2)

Acidente

Colisão entre carreta e automóvel mata uma pessoa em Cachoeiro

Primeiro_Comando

Capturado em Cachoeiro integrante de facção criminosa PCC

Dengue_olhos

Dengue: oftalmologista alerta sobre caso de estudante que quase ficou cega

Leia mais