qui 20/junho/2024 19:51
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Morte do cronista cachoeirense Rubem Braga completa 30 anos neste sábado

redacao
Redação Dia a Dia

Há trinta anos, o mundo perdia Rubem Braga, o maior cronista brasileiro e um dos nomes mais importantes para a literatura mundial.

Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, em 1913, Rubem Braga iniciou sua carreira como jornalista, aos 15 anos, assinando crônicas no jornal Diário da Tarde. Ele chegou a se formar em Direito, sem nunca ter exercido a profissão.

No jornalismo, porém, atuou em trabalhos muito relevantes – sendo correspondente de guerra junto à Força Expedicionária Brasileira, durante a Segunda Guerra Mundial e colaborando com diversos periódicos, participando, também, de antologias, como a “Antologia dos Poetas Contemporâneos”.

Em 1936, lançou o primeiro livro autoral de crônicas intitulado “O Conde e o Passarinho” e em seu legado, o escritor deixou outras obras como “A Borboleta Amarela (1955) “A Cidade e a Roça (1957) e “As Boas Coisas da Vida (1988).

Teatro

Além de o Teatro Municipal, em Cachoeiro, receber o nome de Rubem Braga, o cronista também foi eternizado, batizando a terceira saída da estação General Osório do Metrô em Ipanema, no Rio de Janeiro. A passagem recebeu o nome de “Complexo Rubem Braga”, em homenagem ao escritor que, por muitos anos, morou na cobertura do prédio vizinho à estação.

O escritor morreu no dia 19 de dezembro de 1990, no Rio de Janeiro; seu corpo foi cremado e as cinzas jogadas no rio Itapemirim, na famosa “Volta do Caixão”, de onde se tem vista privilegiada para o Pico do Itabira.

Em Cachoeiro, o nome Rubem Braga ainda inspirou a criação de uma bienal literária, a maior realizada no sul do estado. A sétima edição do evento, que aconteceu em 2018, contou com 200 atrações culturais, 255 artistas, lançamento de 26 livros e atraiu cerca de 50 mil pessoas.

“Rubem Braga, apesar de ser cachoeirense, transformou-se num cidadão do mundo pela importância cultural e histórica. Embora o aniversário de sua morte seja uma lembrança triste, também serve para nos lembrar o quanto somos privilegiados por ter contato com o legado deixado por esse grande escritor. Viva Rubem Braga!”, comenta a secretária municipal de Cultura e Turismo, Fernanda Martins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Corrida_São_Pedro_Cachoeiro_09_04_2024

Começa a entrega dos kits da Corrida de São Pedro

PRF Policia-Rodoviaria-Federal-BRA-31-12

Cai número de acidentes provocados por ingestão de álcool nas rodovias federais

encontro-coral-corais-19-06-2024

Encontro de Corais reúne sete grupos na Catedral de São Pedro

obras-corrego-dos-monos-19-06-2024

Obras melhoram a infraestrutura urbana de Córrego dos Monos

prisao-guacui-19-06-2024

Homem preso em Guaçuí com drogas e aliciando menores 14 dias após deixar a cadeia

picapes-celina-alegre-19-06-2024b

Duas pessoas ficam feridas após acidente entre picapes em Alegre

pintor-eletrocutado-nova-brasilia-19-06-2024

Pintor é eletrocutado enquanto trabalhava em igreja no bairro Nova Brasília

Justiça suspende vídeos de youtubers que atuam na área policial

Justiça suspende vídeos de youtubers que atuam na área policial

Leia mais