Foto: Gaeco/MPES

Propina em combustíveis de aviação: Gaeco cumpre mandado em Muqui

Propina em combustíveis de aviação: Gaeco cumpre mandado em Muqui

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Espírito (MPES) participou na manhã desta quarta-feira (3) da Operação Antonov, capitaneada pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

A operação investiga um esquema de propina para baixar impostos em combustíveis da aviação na capital federal. No Espírito Santo, foi cumprido um mandado de busca e apreensão deferido pela Justiça Criminal de Brasília, em Muqui, no Sul do Estado, contra um funcionário de confiança do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. O nome dele não foi revelado.

Ao todo, foram 16 mandados cumpridos no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e o do Espírito Santo.

As medidas decorrem de uma investigação do Gaeco/MPDFT, instaurada a partir do compartilhamento de anexos da colaboração premiada de Lucio Bolonha Funaro perante o Supremo Tribunal Federal (STF).

O objetivo é apurar o pagamento de vantagem indevida em contrapartida à alteração legislativa distrital que reduziu a alíquota do ICMS de aviação civil de 25% para 12%.

A operação foi batizada de Antonov, que é o maior cargueiro de asa fixa do mundo.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz