qua 17/abril/2024 15:19
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Sete missões internacionais monitoram segundo turno das eleições

redacao
Redação Dia a Dia

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que sete missões de Observação Eleitoral (MOEs) internacionais monitoram a realização do segundo turno das eleições no Brasil, que ocorre no próximo domingo (30).

O TSE informa que nesta quinta-feira (27) as equipes cumprem agendas em  Brasília e São Paulo. As missões em questão são da Organização dos Estados Americanos (OEA), do Parlamento do Mercosul (Parlasul), da Rede dos Órgãos Jurisdicionais e de Administração Eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (Roaje-CPLP), Carter Center, Unión Interamericana de Organismos Electorales (Uniore), International Foundation for Electoral Systems (IFES) e Transparencia Electoral.

Nesta quinta-feira (27), por exemplo, o presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, participa de reunião com a delegação da OEA, e a Uniore se encontrará com a Procuradoria-Geral Eleitoral e técnicos do TSE.

Todas as MOEs que participam do segundo turno foram credenciadas pelo TSE em procedimento prévio e já participaram da observação no primeiro turno.

Elas  divulgaram relatórios preliminares em que não apontaram irregularidades e elogiaram a Justiça Eleitoral pela condução do processo eleitoral em dois de outubro.

Relatórios preliminares sobre o segundo turno devem ser divulgados pouco após o domingo de votação, embora os relatórios finais possam levar meses para ficar prontos, informou o TSE.

A Corte Eleitoral esclareceu ainda que as MOEs são compostas por mecanismos multilaterais regionais, transnacionais ou mundiais, bem como por organizações não governamentais, governos estrangeiros e instituições de ensino estrangeiras.

As missões são representadas por diplomatas ou personalidades de reconhecida experiência e prestígio internacional.

“Em relação à urna eletrônica, os integrantes das MOEs analisam os programas e a totalização dos votos, para que, assim, emitam relatório técnico acerca da segurança e da integridade do sistema de votação do Brasil”, disse o TSE.

Neste ano, foi criada também a primeira Missão de Observação Eleitoral Nacional, composta por entidades, organizações da sociedade civil ou instituições de ensino superior nacionais.

Nesse caso, as instituições credenciadas pelo TSE foram: Associação Brasileira de Juristas Pela Democracia (ABJD); Associação dos Juízes para Democracia (ADJ); Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep); Faculdade de Direito de Vitória (FDV); Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE); Transparência Eleitoral Brasil; Universidade de São Paulo (USP); e Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

 

Fonte: Agência Brasil

padaria_cachoeiro_produtos_irregulares3_17_04.

Dono de padaria é detido e produtos apreendidos em Cachoeiro

Ferro_velho_peças_roubadas4_16_04_24_

Empresas vendiam peças de carros roubados de R$ 20 mil por R$ 2 mil

Limpeza_Mimosook_16_04_24

Faxina em Mimoso do Sul: mutirão promete lavar a cidade com 50 caminhões-pipa

Doações_Sul_ES_16_04_2024

Governo entrega eletrodomésticos e móveis para famílias no sul do Estado

Presidente_Kennedy_Projetos_Renováveis_Energia_Indústria_13_04_2024_

Prefeitura de Presidente Kennedy abre concurso público

Polícia_Civil_Marilândia_caso_Thamyris_16_04

Polícia de Marilândia prende segundo suspeito envolvido na morte da jovem Thamyris

Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Presidente Getúlio Vargas_

Escola de Cachoeiro de Itapemirim inicia projetos com robótica educacional

ES-Solidário_doações_

ES Solidário recebe 84 mil itens e encerra doações para vítimas das chuvas no sul do Estado

Leia mais